Agnelo Alves acha difícil a união de todos, não fecha portas para Wilma e admite que poderá analisar a Vice-Governadoria

|



Maior liderança do PDT na Grande Natal, ex-prefeito Agnelo Alves, que já administrou Natal e exerce forte liderança em Parnamirim comentou no Jornal da Manhã da 95 FM da capital, a conversa que os líderes da Unidade Potiguar tiveram com a governadora Wilma de Faria e com o vice-governador Iberê Ferreira de Souza, ambos do PSB.
Para o ex-prefeito, dificilmente essa união acontecerá. Aliás, bem ao seu estilo, Agnelo acha que os líderes terão que ouvir o povo antes de fechar qualquer acordo. Para ele, nada será definido agora. Pai do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, governadorável do PDT, Agnelo deixou claro que seguirá qualquer decisão do filho. O ex-prefeito negou que pense disputar o Senado, mas sobre a possibilidade de ser indicado como vice-governador, disse que analisaria a possibilidade.
Indagado se procedia a informação de que não votaria de jeito nenhum na governadora Wilma de Faria para o Senado, Agnelo Alves que só tem compromissos com a reeleição de Garibaldi Filho, desmentiu a informação. "Acrescentaram esse de jeito nenhum. Não tenho motivos para votar nela. Não tenho razões. Mas, se meu partido decidir votar, eu acompanho. Não vou articular apoio para ninguém. Mas, acompanharei meu partido", disse.
Fonte: Marcos Dantas

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

 

No ar desde ©2006 Blog do Gustavo Nóbrega | Extrutura atual / Template Blue desenvolvido por TNB modificado por Net Serviços