Agentes descobrem “túnel” e evitam fuga de 90 presos em Mossoró/RN

|

Agentes penitenciários e Policiais Militares que fazem a segurança externa na Cadeia Pública Juiz Manoel Onofre de Souza, em Mossoró, abortaram uma fuga de presos no final da noite dessa segunda-feira (23), véspera de Natal.

89 detentos distribuídos em cinco celas do pavilhão 03 do presídio estavam prontos pra ganhar a liberdade por um buraco cavado no meio da cela 03. A movimentação dos presos foi percebida pelo policial da guarita. Os 17 presos responsáveis pela escavação do túnel foram retirados da cela e isolados. O buraco por onde os 89 presos iriam fugir tem cerca de 2,5 metros de profundidade por 10 de extensão, com saída fora dos muros da cadeia.

O buraco começava na cela 03, passava por baixo das celas 04 e 05 e se estendia até fora dos muros do cadeia. Por falta de espaço no isolamento e por não haver alteração, os demais detentos foram mantidos em suas respectivas celas.

Fuga

Por volta de 4 horas da madrugada desta terça-feira (24), o guariteiro percebeu uma nova movimentação e comunicou aos agentes. Os demais presos haviam serrado as grades das celas e já estavam prontos para a fuga. Lidenismar Lopes de Araújo, 22, acusado de matar o menino Igor Victor Santos Diniz, de 8 anos, e balear Karla Shirley da Costa Gomes, de 30 anos, no dia 16 de junho de 2011 em Mossoró, conseguiu escapar.

Ele foi condenado a 19 anos de prisão no regime fechado no dia 16 de Setembro de 2013. A Cadeia Pública abriga 243 detentos à espera de julgamento ou julgado aguardando transferência para algum presídio.

Via De Fato, com informações do O Câmera

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

 

No ar desde ©2006 Blog do Gustavo Nóbrega | Extrutura atual / Template Blue desenvolvido por TNB modificado por Net Serviços