Setores da imprensa mais parecem peritos criminais

|


O que está acontecendo no caso do incêndio da boate KISS em Santa Maria, onde 234 pessoas morreram, chega a ser ridículo, ao invés de se resumirem a falar apenas o que os setores técnicos estão passando e fazerem um jornalismo sério, estamos vendo setores de comunicação explorando a dor dos parentes das vítimas e o pior, querendo assumir o papel de perito criminal.

Durante todo o dia de ontem e hoje, foi possível e notório ver quer alguns apresentadores de programas televisivos, radiofônicos, entre outros, cada um defendendo sua tese e falando porque muitas pessoas morreram.


Porque elas foram para o banheiro?

Como é que gente que estava no palco conseguiu escapar?

Porque teve gente que conseguiu entrar e sair várias vezes durante o incêndio na boate e não morreram?

Perguntas como essas e teses defendidas seguidas de várias explicações são lançadas a todo o momento. 

Acredito apenas que nesse momento e diante da seriedade do caso, é preciso deixarmos cada um no seu papel, e para a imprensa digo, vamos apenas noticiar e questionar o por que de tantos outros estabelecimentos como aquele estão abertos, ai sim, quem sabe, as fiscalizações não seriam mais sérias e as prefeituras colocariam técnicos mais rigorosos e compromissados com o serviço para fiscalizar e em seguida liberar o seu alvará.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

 

No ar desde ©2006 Blog do Gustavo Nóbrega | Extrutura atual / Template Blue desenvolvido por TNB modificado por Net Serviços