Senador José Agripino defende votação urgente da PEC 300

|


O senador também responsabiliza governo federal pela greve da polícia nos estados
 
 “O governo federal tem grandes responsabilidades sobre os movimentos de policiais militares grevistas em diversos estados do país, em especial na Bahia”. A afirmação é do senador José Agripino (Democratas-RN), feita durante entrevista para o programaTemas Quentes, da RedeTV!.

 O presidente nacional do Democratas lembrou que o próprio ex-presidente Lula, em dezembro de 2009, se comprometeu com grandes reajustes salariais para todas as corporações do Brasil. “O anúncio do ex-presidente gerou expectativa. Comitivas de policiais vieram conversar com os Congressistas”, disse Agripino, no programa, conduzido pelo jornalista Kennedy Alencar. Como solução definitiva para o grave problema, o parlamentar potiguar defendeu a aprovação urgente da chamada PEC-300, a emenda parlamentar que garante um piso salarial mínimo para todos os policiais brasileiros.
Também participou do programa o senador Jorge Vianna (PT), ex-governador do Acre. Tanto Agripino como Viana se posicionaram contra a fusão das polícias civil e militar como forma de resolver o impasse. “Não vejo vantagens práticas nisso”, afirmou o parlamentar do RN.
Agripino também criticou a decisão da presidente Dilma Rousseff de colocar sete mil homens da Força Nacional de Segurança Pública de prontidão para evitar novos movimentos grevistas. “Isso é quebrar o termômetro para curar a doença. É preciso negociar até o fim”, alertou.
Mesmo considerando as reivindicações policiais justas, José Agripino condenou veementemente a maneira como os policiais têm conduzido os conflitos, em especial na Bahia, onde houve atos de vandalismo e invasão de prédios públicos. “Os fins não justificam os meios. Não é possível utilizar esse tipo de expediente”, afirmou.  O programa Tempos Quentes foi ao ar ontem, ao vivo, às 18h30.  

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

 

No ar desde ©2006 Blog do Gustavo Nóbrega | Extrutura atual / Template Blue desenvolvido por TNB modificado por Net Serviços