Vergonha "Artistas seridoenses protestam contra Fundação José Augusto"

|


Com profunda indignação, os artistas e fornecedores do Espetáculo Auto de Sant’ Ana que faz parte do calendário da Fundação José Augusto, realizado durante as festividades da festa de Sant’ Ana de Caicó e Currais Novos, estão protestando e denunciando o descaso e o desrespeito com que todos estão sendo tratados. A fundação pediu o prazo de trinta dias para pagar fornecedores, produção e elenco do espetáculo alegando a burocracia para capitação dos recursos, a conta do dia 01 de agosto data da ultima apresentação. Hoje já é 15 de setembro e os argumentos da fundação para o atraso é no mínimo descabido e demonstra uma falta de gerenciamento dos recursos já orçados e beira a falta de gerenciamento e competência.
Os atores seridoenses lamentam que o poder público desrespeite e despreze a categoria desta forma e através da instituição que deveria defendê-los e apóia-los, quando sua função e obrigação é estimular e incentivar a produção ártisco cultural do estado como todo, que luta contra um monte de adversidades e dificuldades de toda ordem, sobretudo pela descentralização dos recursos que não circulam pelo interior do estado e fica concentrado na capital, ou nas mãos de alguns poucos. Negando acesso a uma grande maioria aos bens culturais, direito que deveria ser bancado pelo Estado, viabilizando as iniciativas populares da sociedade que gera a cultura e vive sem equipamentos culturais, procurando desfazer o enorme preconceito e abandono que sofre a periferia do Estado nos seus equipamentos já existentes, verdadeiros elefantes braços como por exemple: O Centro Cultural Adjunto Dias, O Castelo de Engadir que já foi saqueado no seu acervo por ladrões e que esta virando ruína e suas pedras e tijolos estão sendo roubadas por populares para suas construções particulares sem nem um problema, a casa de Cultura que esta com sua estrutura física totalmente comprometida e que só ainda funciona graças ao esforço dos artistas que criaram a Associação Amigos do Sobrado.
A qualidade da produção não apenas Teatral, mas em todas as frentes artísticas, a comunidade artística cultural da Região do Seridó, tem sofrido para conquista migalhas do Governo do estado e atenção da Fundação José Augusto, da qual é Presidente o Senhor Crispiniano Neto o qual teve apoio dos artistas do Seridó que assinaram manifestos indicando seu nome para o cargo, se arrependimento mata-se estávamos todos mortos.
Valorizar os artistas e sua produção, para que todos tenham chance de mostrar o que produz, numa mobilização cultural democrática e desvinculada de qualquer cor político partidária, visando à interconexão entre o artista e público para criar uma sociedade desenvolvida para o progresso sócio educacional e cultural de nossa gente do Seridó, é o sonho de cada um de nós artistas desta terra de Sant’Ana.
Em respeito aos todos que participarão da produção do auto que se empenharam com toda dedicação e ao público que testemunho a nossa capacidade e beleza do espetáculo, fazemos este comunicado como forma de protesto civilizado e responsavelmente contra a falta de políticas publicas de apoio e incentivo à cultura local, contando com o apoio e a solidariedade dos colegas produtores culturais das demais vertentes da arte e da sociedade para que divaguem, para mostrar nossa indignação diante do descaso e do desprezo com a cultura aqui produzida no interior do Estado do Rio Grande do Norte.
Francisco das Chagas e Silva (Diretor do Auto de Sant’ Ana 2009 em nome do elenco, produção e fornecedores do Espetáculo).

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

 

No ar desde ©2006 Blog do Gustavo Nóbrega | Extrutura atual / Template Blue desenvolvido por TNB modificado por Net Serviços